Se eu tivesse como demonstrar ao mundo como estou cansada, eu faria.
Não existe mais nada que me faça sentir prazer em ir para a faculdade. Não que eu não goste, claro que quando eu chego por lá eu adoro (conversar, não assistir aula). Mas cansei dos professores. Cansei das matérias. Cansei de ficar muitos tempos sentadas assistindo aulas. Claro que não é porque virei uma aluna ruim, é por causa do calor. O calor é culpado de tudo que acontece de ruim comigo durante o verão. Ele me deixa mole, cansada, estressada e me faz querer ficar deitada o dia inteiro com um ventilador em cima de mim. Por mim, todos os dias poderiam ser como esta sendo hoje: nublado, um ventinho agradável e sem chuva. Calor? Nã-nã... isso definitivamente não foi feito para mim... urgh.
Bom, amanhã começam minhas provas. E daí, serão só mais oito dias indo para a faculdade (reparem que serão oito dias indo, não consecutivos ¬¬' Férias mesmo só dia 18). Na prova de amanhã já passei. Ótimo, mas mesmo assim quero tirar uma nota boa para manter a média. Segunda terei que apresentar trabalho (humpf's) sobre alguma coisa que não sei. Acho que são exercícios para hemiplégicos ou algo assim... não importa, já passei nessa matéria também... mas tenho que tirar uma nota boa para ficar na média.... saco.
Ontem (mudando de assunto) foi aprovado o Ato-Médico. Um verdadeiro absurdo que alguém aprove que os médicos queiram acabar com a fisioterapia e outras profissões. Não acabar ao todo, mas leve em conta que se o ato foi realmente aprovado pelo Lula, nós, fisioterapeutas, ficaremos simplesmente sob tutela dos médicos. Não poderemos fazer nada sem que eles permitam, o que vai tirar toda a nossa autonomia. Esse absurdo ainda vai para mais duas votações, mas os CREFITO's do Brasil entraram na briga. O COFFITO (Conselho Federal) fez acordo sem o conhecimento de nenhum dos vários CREFITO's brasileiros. Uma coisa absurda demais para que eu possa acreditar... parece mentira que isso acontece.
Mas tenho fé de que tudo dará certo. O Lula não pode fazer isso com o povo brasileiro depois de uma eleição onde os fisioterapeutas não votaram em Alckmin com medo de que ele aprovasse o ato... Lula, vê se faz a coisa certa dessa vez...
Não acredito que estou escrevendo aqui em uma quinta à tarde, mas eu terminei de ler um livro agora ("Aventuras em Bagdá", Agatha Christie) e não tinha nada para fazer... eu poderia dormir, mas estou sem sono... então me restava esperar para tomar banho e ir para a última aula de Anatomia \o/ Não acredito que é a última e que provavelmente vou passar. Hoje não sairei cedo da aula. Prestarei atenção. Serei uma aluna exemplar pelo menos hoje, afinal, preciso tirar 4 para realmente dizer "gente, eu consegui! Passei em neuroanatomia!".
Enquanto isso... eu escrevo aqui =) Mas agora vou fazer lanche para ir pra aula...
Beijos e até a próxima!


A Year Like This One

Alanis Morissette

After a year like this one
I'm surprised I did not hate your guts
And after a year like this one
I'm surprised I still love music just as much
After a year like this one
I'm suprised I did not eat my arm
After a year like this one
I'm sorry if I'm not cordial to everyone

After a year like this one
I'm surprised I am convinced at all
And after a year like this one
I do not roll my eyes at the cynical
After a year like this one
I can't help but wonder how they've been
And after a year like this one
I think I'll leave it all to my next of kin

After a year like this one
I'm suprised we're all not weeping drunks
And after a year like this one
I want you to choose the restaurant
And after a year like this one
I'll need a good whole sixteen months alone
After a year like this one
I think I'll make the west coast beaches my new home.




Escrito por Julie �s 14:45:26



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]


Voltei =)
Nada de grava aconteceu comigo. Embora meu último post tenha tido um estilo depressivo não me suicidei nem cometi outro qualquer tipo de loucura contra minha pessoa. Foi só um pequeno problema no cooler do meu computador. E sem cooler = sem condições de poder usar o computador.
Hoje depois de muitos e muitos dias eu pude finalmente arrumar o problema. Pelo que eu entendi, o cooler queimou e quase destruiram meu processador ao tentar retirar o maldito ventiladorzinho. Agora está tudo normal, meu pc está até um pouco menos lerdo, mas eu ainda vou ter que comprar uma memória para comprar um gravador e etc... ano que vem, vou equipar meu pc e ele vai ficar perfeito!
Minha fase doida do início da semana passada já desapareceu tem dias. Tudo isso é por causa do calor, esse clima extremamente quente me deixa com lassidão e bradipsiquismo (li isso ontem na matéria de Patologia do terceiro período e esses são alguns sintomas de hipotireoidisomo e eu não tinha nada para fazer e fui ficar vendo livros de medicina que eu tinha aqui em casa... Existe doida para tudo.
Eu estou cansada essa semana. Na verdade, estou entrando na fase de desespero total pré-férias. Já não aguento mais as aulas. Cada minuto que se passa parece que é uma eternidade. O relógio não anda enquanto as vozes dos professores começam a sumir... Já não é possível continuar. Conto os dias, faltam talvez menos de vinte dias para eu falar que estou livre. Sei que em janeiro já estarei desesperada para voltar a minha rotina de casa-faculdade-casa. Mas hoje eu não aguento mais nem pensar na idéia de que amanhã precisarei sair de casa e ir para aquelas aulas absurdamentes chatas.
Ontem teve um churrasquinho legal na casa da minha vó, para retirar o papelzinho de amigo-oculto. Sim, meus leitores, eles venceram. Nada de um monte de presentes de tios e vós nesse natal, mas apenas um. Um único presente de amigo-oculto. Fiquei decepcionada... mas tenho coisas piores para pensar... quem sabe não ganho um monte de presentes, né? =) Hehehee... Quem quiser, tem uma lista minha no submarino (hahaha), é só ir no site, procurar pela lista de desejos chamada "Listinha!". É a minha, comprem, enviem com cartão que eu ficarei muito feliz com a sua consideração para comigo.
Hum, cansada e com calor. Tenho novidades para contar, mas estou com preguiça. Quem sabe volto qualquer hora para contar as novas da minha vida... ^^
Beijos e até a próxima!


Tier

Rammstein

Was macht ein Mann
was macht ein Mann
der zwischen Mensch und Tier
nicht unterscheiden kann
was

Er wird zu seiner Tochter gehen
sie ist schön und jung an Jahren
und dann wird er wie ein Hund
mit eigen Fleisch und Blut sich paaren

Was tust du
Was fühlst du
Was bist du
doch nur ein
Tier

Was macht die Frau
was macht die Frau
die zwischen Tier und Mann
nicht unterscheiden kann

Sie taucht die Feder in sein Blut
schreibt sich selber einen Brief
entseelte Zeilen an die Kindheit
als der Vater bei ihr schlief

Was tust du
Was fühlst du
Was bist du
doch nur ein Tier




Escrito por Julie �s 22:36:11



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]


Eu não tenho estado muito bem na última semana.
É uma coisa estranha que se apoderou de minha mente. Tenho estado triste, deprimida, sem vontade de fazer as coisas simples que eu faço diariamente.
Não sei o porque disso, já que ao procurar não consigo encontrar nenhum motivo para que eu sinta tal tristeza, mas talvez seja essa aproximação do Natal em que nós ficamos pensando em pessoas que já se foram e relembrando momentos...
Bom, aparentemente, sairam todas as notas de segunda verificação. Aparentemente, porque eu não sei quando tirei em Cinesio já que até hoje a nota não foi liberada na internet. Mas a nota que aqui tenho foi a que uma pessoa disse que tirei. Então, coloca-las-ei:
*Métodos e Técnicas de Tratamento em Fisioterapia: 9,5
*Cinesioterapia: 7,0 (será?? será??)
*Métodos e Técnicas de Avaliação em Fisioterapia: 10,0
*Diagnóstico por Imagens: 8,5
*Anatomia Humana II: 7,0
*Fisiologia do Esforço: 9,0
*Patologia de Orgãos e Sistemas: 9,0
São notas boas, mas a de Cinesio me deixou decepcionada. Eu esperava uma nota melhor, depois do fiasco da primeira. Agora terei que estudar muito para a prova que falta e torcer para que pelo menos eu fique com 6 para não repetir essa matéria. E Anatomia também vai pegar... terei que tirar 4,5 na prova cujo a matéria é a mais complicada. plexos nervosos, bulbos, cerebelos, cérebros... aff... às vezes minha vontade é pegar um cérebro daqueles bem rosas e jogar na cara do professor, para ver se ele para de ensinar e passa todo mundo... hehe... neuroanatomia não faz bem a ninguém. Só gente doida gosta dessa parte da anatomia... o.O
Bom, fico hoje por aqui. Eu realmente não estou bem, estou até dormindo cedo! Minha mãe vem até ver de noite se estou respirando... todos sabem que dormir cedo é sinal de doença para mim...
Beijos e até a próxima!


A Obsessão de Sangue
[Augusto dos Anjos]

Acordou, vendo sangue... — Horrível! O osso
Frontal em fogo... Ia talvez morrer,
Disse. olhou-se no espelho. Era tão moço,
Ah! certamente não podia ser!

Levantou-se. E eis que viu, antes do almoço,
Na mão dos açougueiros, a escorrer
Fita rubra de sangue muito grosso,
A carne que ele havia de comer!

No inferno da visão alucinada,
Viu montanhas de sangue enchendo a estrada,
Viu vísceras vermelhas pelo chão...

E amou, com um berro bárbaro de gozo,
o monocromatismo monstruoso
Daquela universal vermelhidão!




Escrito por Julie �s 21:13:28



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]



Medo da Eternidade

Clarice Lispector

Jamais esquecerei o meu aflitivo e dramático contato com a eternidade.

Quando eu era muito pequena ainda não tinha provado chicles e mesmo em Recife falava-se pouco deles. Eu nem sabia bem de que espécie de bala ou bombom se tratava. Mesmo o dinheiro que eu tinha não dava para comprar: com o mesmo dinheiro eu lucraria não sei quantas balas.

Afinal minha irmã juntou dinheiro, comprou e ao sairmos de casa para a escola me explicou:

- Como não acaba? - Parei um instante na rua, perplexa.

- Não acaba nunca, e pronto.

- Eu estava boba: parecia-me ter sido transportada para o reino de histórias de príncipes e fadas. Peguei a pequena pastilha cor-de-rosa que representava o elixir do longo prazer. Examinei-a, quase não podia acreditar no milagre. Eu que, como outras crianças, às vezes tirava da boca uma bala ainda inteira, para chupar depois, só para fazê-la durar mais. E eis-me com aquela coisa cor-de-rosa, de aparência tão inocente, tornando possível o mundo impossível do qual já começara a me dar conta.

- Com delicadeza, terminei afinal pondo o chicle na boca.

- E agora que é que eu faço? - Perguntei para não errar no ritual que certamente deveira haver.

- Agora chupe o chicle para ir gostando do docinho dele, e só depois que passar o gosto você começa a mastigar. E aí mastiga a vida inteira. A menos que você perca, eu já perdi vários.

- Perder a eternidade? Nunca.

O adocicado do chicle era bonzinho, não podia dizer que era ótimo. E, ainda perplexa, encaminhávamo-nos para a escola.

- Acabou-se o docinho. E agora?

- Agora mastigue para sempre.

Assustei-me, não saberia dizer por quê. Comecei a mastigar e em breve tinha na boca aquele puxa-puxa cinzento de borracha que não tinha gosto de nada. Mastigava, mastigava. Mas me sentia contrafeita. Na verdade eu não estava gostando do gosto. E a vantagem de ser bala eterna me enchia de uma espécie de medo, como se tem diante da idéia de eternidade ou de infinito.

Eu não quis confessar que não estava à altura da eternidade. Que só me dava aflição. Enquanto isso, eu mastigava obedientemente, sem parar.

Até que não suportei mais, e, atrevessando o portão da escola, dei um jeito de o chicle mastigado cair no chão de areia.

- Olha só o que me aconteceu! - Disse eu em fingidos espanto e tristeza. - Agora não posso mastigar mais! A bala acabou!

- Já lhe disse - repetiu minha irmã - que ela não acaba nunca. Mas a gente às vezes perde. Até de noite a gente pode ir mastigando, mas para não engolir no sono a gente prega o chicle na cama. Não fique triste, um dia lhe dou outro, e esse você não perderá.

Eu estava envergonhada diante da bondade de minha irmã, envergonhada da mentira que pregara dizendo que o chicle caíra na boca por acaso.

Mas aliviada. Sem o peso da eternidade sobre mim.

LISPECTOR, Clarice. Medo da eternidade. In: A descoberta do mundo. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1984. p. 446-8.




Escrito por Julie �s 22:58:34



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]


A Morta
[Osório Duque Estrada]

Cheguei-me ao pé do leito, em prantos, e ella,
Como uma flor já pallida e esvahida,
Volveu-me o olhar onde brilhava aquella
Ancia que traz a dor da despedida.

Busquei n'um beijo inda infiltrar-lhe a vida;
Mas o pallor cobriu-lhe a face bella,
E a fronte, emfim, dobrou desfallecida,
Como um languido lyrio de capella...

Desde então paira a sombra desse leito
Na minh'alma, onde a noite eterna esconde
Meu louco ideal n'um tumulo desfeito.

E onde paira a minh'alma, em trevas? Onde?
Foi com ella, pois bato hoje no peito
E o coração também não me responde!



--> Edit: estou super gripada e não estou com paciência de vir aqui nestes dias.
Sexta-feira eu volto e escrevo sobre minha "animada" semana.


Mais Que Isso
Ana Carolina

Eu não vou gostar de você porque sua cara é bonita
O amor é mais que isso
O amor talvez seja uma música que eu gostei e botei numa fita
Eu não vou gostar de você porque você acredita
O amor é mais que isso
O amor talvez seja uma coisa que até nem sei se precisa ser dita

Deixa de tolice, veja que eu estou aqui agora
inteiro, intenso, eterno, pronto pro momento e você cobra
Deixa de bobagem, é claro, certo e belo como eu quero
O corpo, a alma, a calma, o sonho, o gozo, a dor e agora pára

Será que é tão difícil aceitar o amor como é
E deixar que ele vá e nos leve pra todo lugar
Como aqui

Será melhor deixar essa nuvem passar
E você vai saber de onde vim, aonde vou
E que eu estou aqui




Escrito por Julie �s 22:19:48



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]


Do outro lado da ponte

Um dia, pai e filho travaram uma tremenda discussão. Depois de terem sido amigos durante toda a vida e terem trabalhado longos anos juntos, agora se separavam por causa de um desentendimento. Foram anos de amor, zelo e dedicação. Quantas noites aquecidas em volta do fogo e alimentadas pelo prazer da amizade! Mesmo depois das mais duras jornadas não se conformavam em ir dormir sem antes contarem seus "causos" um ao outro; é que o amor vencia o cansaço.
Mas, agora, aquele triste incidente havia transformado tudo. E uma discussão afogueada, por motivos tolos, trouxera a divisão para aquele lar, outrora tão feliz.
O filho pegou o que lhe pertencia e foi morar num terreno que havia comprado do outro lado do rio. Desde esse dia nunca mais voltou a ver seu velho pai.
Certa manhã, bem cedo, acordou quando abriram a porteira. Olhou pelas tábuas da janela e viu seu irmão mais velho que se aproximava; trazia em suas mãos uma pesada e conhecida caixa de ferramentas.
- Acho que você a esqueceu - disse ele.
- Pode ter sido. - respondeu o outro.
Pousando no chão a caixa de metal, o irmão comentou:
- Bom! Já que estou aqui, diga-me o que tenho de fazer para merecer um almoço.
- É fácil! - respondeu. - Está vendo aquela pilha de tábuas junto à margem do rio? Faça delas o meu alívio, porque já não suporto sequer a visão das terras do meu pai, apenas sua lembrança já me aborrece. Construa uma cerca o mais alto possível e terá garantida a sua refeição.
Com alguma tristeza, o irmão fez um gesto com a cabeça, deixando-o perceber que ele o entendia.
Aproveitando a presença de alguém de confiança para que a fazenda não ficasse só, o irmão mais novo foi à cidade resolver alguns negócios.
Durante todo o dia, o irmão mais velho trabalhou, cortou, serrou, construiu. Já era noite quando seu irmão voltou da rua, e a construção recebia seus toques finais. Mas o irmão, quando a viu, até espumou de raiva. No lugar da cerca, ele havia construído uma ponte magnífica, que, passando por cima do rio, ligava sua terra à de seu pai. Exasperado, foi dizendo aos berros:
- Seu traidor! Como pode fazer isso depois de tudo o que houve entre mim e o pai?
Mas isso era só o começo. Quando olhou de novo para a ponte, viu do outro lado um homem forte, rosto queimado pelo sol, cabelos e barbas embranquecidos pelo tempo. Seu pai caminhava ao seu encontro com os olhos cheios de lágrimas. Ele ficou parado por um instante, pasmado pela surpresa. E, de repente, correu ao encontro daqueles braços que tantas vezes o acolheram. No meio da ponte, encontraram-se, abraçaram-se e choraram demoradamente.
Quem ama se humilha e vai ao encontro. Quem ama dá o primeiro passo. O Pai do céu enviou seu filho para construir uma ponte entre o céu e a terra, entre você e Deus. Ele mesmo é essa ponte. Não fomos nós que amamos a Deus, mas Ele que, tendo nos amado primeiro, veio ao nosso encontro.
Ninguém pode amar a Deus se não se deixou alcançar pelos seus braços, recebeu seu abraço e experimentou seu amor. É preciso pararmos a correria, afastarmos o medo e deixarmo-nos envolver por seu carinho de Pai. A única coisa que Deus quer é que você creia no seu amor e confie n'Ele.
Diga a Ele, em seu coração, o quanto você gostaria de experimentar o amor que Ele tem por você!



Mutter
Rammstein

Die Tränen greiser Kinderschar
ich zieh sie auf ein weisses Haar
werf in die Luft die nasse Kette
und wünsch mir, dass ich eine Mutter hätte

Keine Sonne die mir scheint
keine Brust hat Milch geweint
in meiner Kehle steckt ein Schlauch
Hab keinen Nabel auf dem Bauch

Mutter

Ich durfte keine Nippel lecken
und keine Falte zum Verstecken
niemand gab mir einen Namen
gezeugt in Hast und ohne Samen

Der Mutter die mich nie geboren
hab ich heute Nacht geschworen
ich werd ihr eine Krankheit schenken
und sie danach im Fluss versenken

Mutter

In ihren Lungen wohnt ein Aal
auf meiner Stirn ein Muttermal
entferne es mit Messers Kuss
auch wenn ich daran sterben muss

Mutter

In ihren Lungen wohnt ein Aal
auf meiner Stirn ein Muttermal
entferne es mit Messers Kuss
auch wenn ich verbluten muss

Mutter
oh gib mir Kraft




Escrito por Julie �s 21:50:07



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]


Como eu estou feliz esses dias. Não sei porque, não sei o motivo, só sei que estou.
A semana multidisciplinar da faculdade está demais. Ontem recebemos a visita do fantástico, maravilhoso etc, Clodoaldo Silva, o nadador para olímpico que ganhou seis medalhas de ouro nas últimas para-olimpíadas. O cara deu um show na palestra. Simplesmente ele é demais e me deixou emocionada ver um cara que deve ser um exemplo para muita gente. Para saber mais sobre este super atleta (eleito ano passado o melhor para-atleta do mundo), entre no site dele: www.clodoaldosilva.com.br
Também ontem foi um advogado palestrar sobre o direito dos deficientes, foi a mãe de um adolescente que é cego, o Clodoaldo e o técnico dele que, orgulho, estudou lá na minha faculdade. Fiquei surpresa em saber disso... é um certo orgulho, quase o mesmo de saber que o Wanderlei Luxemburgo foi técnico pela primeira vez no time do Campo Grande Atlético Clube, o clube do bairro de onde eu moro. Não é fantástico?? Campo Grande está entrando no mapa.
Ah, começaram a sair notas da segunda verificação. Sei que não interessa ninguém, mas como eu gosto de aparecer, lá vai:
*Métodos e Técnicas de Avaliação em Fisioterapia: 10,0 (sou inteligente demais).
*Diagnóstico por Imagens: 8,5 (sei ler toads as radiografias agora).
*Anatomia Humana II: 7,0 (eu amo estudar cérebros suculentos.. hum... delícia).
As outras devem sair na próxima semana. Assim espero, na verdade. Estou louca para saber notas dos trabalhos que eu apresentei e fico passando mal em saber que as notas ainda não estão disponíveis na internet. É ruim ficar esperando os professores disponibilizarem as notas pela internet. Eles demoram muito... Eles deveriam ter consideração a necessidade dos alunos de saberem as notas... hahaha... mas eu espero pacientemente por isso.
Bom, estou cansada demais e com sono demais, então vou deixando meus beijos para todos que estão comentando por aqui nesses dias =) Obrigado gente, vocês fazem a minha vida muito mais feliz com o carinho.
Beijos e até a próxima.

Todo Amor Que Houver Nessa Vida
Cássia Eller

Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno antimonotonia

E se eu achar a sua fonte escondida
Te alcance em cheio o mel e a ferida
E o corpo inteiro feito um furacão
Boca, nuca, mão, e a tua mente, não
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria




Escrito por Julie �s 22:29:03



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]


Voltei. Linda, maravilhosa e sem o terrível gesso.
Na verdade a minha tendinite ainda está aguda. De nada adiantou tomar anti-inflamatórios, engessar e fazer repouso, ainda está doendo muito. Mas eu dando um péssimo exemplo como fisioterapeuta, estou no computador usando muito e tirando o atraso do tempo que fiquei sem poder utilizar do meu computador.
São tantas coisas que eu gostaria de falar, mas agora eu não lembro de mais nada e vou começar a contar sobre como foi a retirada daquela coisa branca que me perturbou durante interminável (muito interminável) uma semana.
Fui ao médico logo cedo. Fiquei durante duas horas esperando para ser atendida e ao entrar na sala do doutoreco, ele só tirou o meu trambolho e me deu o encaminhamento para a fisioterapia. "Oh" - digo eu - "vou ver como ela trabalha para que eu siga exemplo de uma boa profissional". Depois, calei a boca e fiquei arrependida depois de ter esperado uma hora para ficar só uns dez minutos na salinha. Nem avaliação ela fez, só pegou minha ficha e terminou o "tratamento".  Aff. Nem acreditei quando ela mandou eu voltar depois de dois dias.
E ontem também começou a semana multidisciplinar na faculdade. Uma semana de palestras envolvendo os cursos de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Educação Física. Ontem tivemos três palestras, mas antes eu ainda tive que fazer uma apresentação de um trabalho sobre Bolas Suíças. Foi horroroso, mas eu espero muito que eu tenha ido bem. Ainda falando das palestras, ontem foi o dia da Fisioterapia. Tivemos palestras sobre Auriculoterapia, Equoterapia e Hidroterapia. Hoje, foi o dia da Fono. Palestras sobre surdez, paralisia cerebral e autismo. Amanhã será o dia da Educação Física e quinta e sexta serão dias mistos. Está sendo muito bom assistir profissionais falando sobre o trabalho deles. Muito lindo e emocionante.
Bom, como ainda não estou muito boa, vou ficando por aqui...
Beijos e até a próxima!


Alleine Zu Zweit
Lacrimosa

Am Ende der Wahrheit
Am Ende des Lichts
Am Ende der Liebe
Am ende - da stehst du
(Im Herzen wird es leerer - ein Teil geht nun von mir)
Nichts hat überlebt
Wir haben schweigend uns schon lange getrennt
Und mit jedem Tag wir
Wuchs die Lüge unserer Liebe
Und je weiter wir den Weg zusammen gingen
Desto weiter haben wir uns voneinander entfernt

Einsam - gemeinsam
Wir haben verlernt uns neu zu suchen
Die Gewohnheit vernebelt
Die Trägheit erstickt
Der Hochmut macht trunken
Und die Nähe treibt zur Flucht

Tanz - mein Leben - tanz
Tanz mit mir
Tanz mit mir noch einmal
In den puren Rausch der nackten Liebe

Und wenn ich sie/ihn so sehe
Wenn ich sie/ihn erlebe
Wenn ich uns betrachte
Etwas hat überlebt
Und wenn ich Kraft und Hoffnung fände
Wenn ich selbst noch den Glauben an uns hätte
Wenn ich sie/ihn erreichen könnte
Sie/ihn noch einmal für mich hätte
Wenn die Basis - unser Fundament
Wenn wir uns noch einmal neu entdecken würden
Wenn sie/er nur wollte
Ich will !




Escrito por Julie �s 22:25:47



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]


   


Ainda não estou boa, meu braço ainda está engessado mais eu não consigo ver meu blog sem uma atualização no decorrer de uma semana inteira. Isso é como ver um filho abandonado para mim. E eu tinha que aproveitar e deixar essa plaquinha de um concurso que estou participando (blog PATTY a categoria... ¬¬' Tudo bem, nem tudo é perfeito...) e um Gif que eu recebi no mesmo concurso (Lembranças? Ahn... nem sempre as coisas saem do jeitinho que nós queremos ^^)
Bom, estou há uma semana sem escrever, passei por um feriadão de cinco dias mas agora não sei o que escrever. Primeiro é que meu punho está doendo muito² e eu tenho que fazer tudo rápido antes que alguem chegue em casa e me veja no computador... hahaha... fui proibida pelo ortopedista. Ele recomendou repouso absoluto, mas é a coisa mais difícil do mundo para mim é fazer repouso. Claro, isso tudo é um péssimo exemplo que eu dou para os meus pacientes, pois repouso é uma coisa que eu mesma recomendo para os meus amados e amados pacientes.
Mas tirando o caso de que não faço repouso e meu punho está doendo horrores, a minha vida está ótima. Só tive aula dois dias essa semana, tive prova de MTAF. Durante o feriado fui no shopping, passei em frente ao Cirque du Soleil, tirei foto da lona azul e amarela e fiquei me imaginando pagando trezentos reais para assistir o Saltimbanco. (claro que eu não pagaria, mas é só um bom pensamento).
Mas antes que meu punho começe a doer mais, eu vou deixando aqui o meu beijo final. Amanhã quando eu retirar o gesso eu volto e escrevo muito para todos vocês.
Beijos e até a próxima!


Relicário
Cássia Eller

É uma índia com colar
A tarde linda que não quer se pôr
Dançam as ilhas sobre o mar
Sua cartilha tem o A de que cor?

O que está acontecendo?
O mundo está ao contrário e ninguém reparou
O que está acontecendo?
Eu estava em paz quando você chegou

E são dois cílios em pleno ar
Atrás do filho vem o pai e o avô
Como um gatilho sem disparar
Você invade mais um lugar
Onde eu não vou

O que você está fazendo?
Milhões de vasos sem nenhuma flor
O que você está fazendo?
Um relicário imenso deste amor

Corre a lua porque longe vai?
Sobe o dia tão vertical
O horizonte anuncia com o seu vitral
Que eu trocaria a eternidade por esta noite

Porque está amanhecendo?
Peço o contrario, ver o sol se por
Porque está amanhecendo?
Se não vou beijar seus lábios quando você se for

Quem nesse mundo faz o que há durar
Pura semente dura: o futuro amor
Eu sou a chuva pra você secar
Pelo zunido da suas asas você me falou

O que está dizendo?
Milhões de frases sem nenhuma cor, ôôôô...
O que você está dizendo?
Um relicário imenso deste amor

O que você está dizendo?
O que você está fazendo?
Porque que está fazendo assim?
...está fazendo assim?




Escrito por Julie �s 20:29:34



[ ] [ envie esta mensagem ] [ link ]





[ p�gina principal ] [ ver mensagens anteriores ]

.:: Humor ::.



Agenda de Janeiro

-> 7 - 3 anos e 6 meses de namoro

-> 11 - Projac


Nome: Juliana, muito prazer.

Mas me chama de...: Ju, Julie ou Juju.

Idade: 23 anos.

Deus me jogou aqui dia: 3 de Junho, portanto sou de Gêmeos.

Moro no: Rio de Janeiro.

Atualmente...: Estudando para concursos públicos.

Religião: Católica.

Sou a favor: Aborto (em casos), Eutanásia (pra que prolongar a vida de alguém que já não tem esperanças?) e a restauração Monarquia no Brasil.

Orkut: Juliana CHN.

Gosto de...: Ler, ir ao cinema, escutar música, assistir filmes, andar pelo shopping, estudar anatomia, tirar fotos, ir em teatros e shows, dormir e acordar a hora que eu quiser, viajar etc.

Odeio: assistir filme dublado, acordar cedo, dormir cedo, pagode, sertanejo, funk, esperar, cigarro, gente lerda, baratas e qualquer inseto que voe, calor, praia, mentira, falsidade, pessoas ignorantes que jogam lixo no chã0 e ah... eu odeio muitas coisas! (vide minhas comunidades no Orkut).

Na TV...
*CSI
*CSI: New York
*CSI: Miami
*Lost
*V
*Gilmore Girls
*Cold Case
*Old Christine
*Dr. House
*Vídeos Incríveis
*Os Simpsons
*Fórmula 1
*Filmes :)

Livros:
*O Senhor dos Aneis
*Jovens Esposas
*Uma vida interrompida: memórias de um anjo assassinado
*Sorte: um caso de estupro
*Harry Potter
*O diário de Anne Frank
*O Código Da Vinci
*Anjos e dem�nios
*Fortaleza Digital
*Ponto de Impacto
*A s�rie "O di�rio da Princesa"
*Marley e Eu
*As Cinco Pessoas Que Voc� Encontra no C�u
*Por Mais Um Dia
*A Li��o Final
*A Cabana
*O Diabo veste Prada
*Mem�rias de Uma Gueixa
*Todos do Paulo Coelho
*Todos da Agatha Christie
*Muitos, muitos outros...

Filmes:
*"O Senhor dos Aneis"
*"Olga"
*"O labirinto do fauno"
*"Constantine"
*"O diario de Bridget Jones"
*"O Amigo Oculto"
*"Star Wars"
*"O �leo de Lorenzo"
*"X-Men" (triologia)
*"Uma mente brilhante"
*"Sete anos no Tibet"
*"O Paciente ingl�s"
*"E se fosse verdade..."
*"Sr. e Sra. Smith"
*"Assassinato no Express Orient"
*"Piratas do Caribe"
*"O Curioso Caso de Benjamin Button
*"PIAF: Um Hino ao Amor
*Etc...


.:: Blogs Amigos ::.

Meu flog
Meu filho antigo
Blog da Pri
Blog da Debora
Blog da Ariane
Blog da Polly
Blog da Si
Blog da Marina
Blog da Daniele
Blog da Cynthia
Blog da Sarinha
Blog da Marina
Garota Veneno
Menininha
Blog da Gaby
Blog da Marilia
Cora Ronai
Ivete Sangalo
Claudia Leitte
Bruna Surfistinha
Pitty Webo
Meg Cabot (em ingl�s)

.:: Besteirinhas xD::.


FisioBrasil
Inter Fisio
Anatomia Humana
Gabriela Sou da Paz
N�s Podemos
Monarquia
Brasil Imperial
Cute Kitty
Letras de Musicas
Wallpapers
Assustador
Falha Nossa
iGirl
Carcasse|Bibli�tafo
Fontes gr�tis
Museu Imperial
Happy Tree Friends
Angry Alien

..::Avalia��es::..

Blog da On�a: Nota 10 (Agosto/2005)

Blorgh!: Nota 10 (Setembro/2006)

..::Tops::..

Ouro na categoria Melhor Post do concurso "nothinG New Awards".

Ouro na categoria Mais atalizado do concurso "nothinG New Awards".

Prata na categoria Mais atualizado do concurso "Award Fairy Tales".

2� lugar no concurso "Meu blog � �nico V.2"

Top 20 no concurso "Rock in Roll".

Top 20 no concurso "O melhor blog do m�s de outubro".

Top 20 no concurso "The powerpuff girls"

Top 25 no concurso "Blog mais Foda".

Top 25 no concurso "Blog mais Foda V.2.

Top 25 no concurso "Meu Blog � d+!

Top 30 no concurso "Dark Memories"

Top 40 no concurso "Death Note Contest".

Top 50 no concurso "Little Gothic".

Top 50 no concurso "Gothic Immortal"

Top 75 no concurso "Black Cat"

Top 75 no concurso "Meu lado Dark".

..::Concursos::..

Nenhum concurso no momento.


.:: Vota��o ::.

.:: Indica��o ::.


.:: O passado ::.

01/12/2010 a 31/12/2010
01/11/2010 a 30/11/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/10/2008 a 31/10/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004
01/02/2004 a 29/02/2004
01/01/2004 a 31/01/2004
01/12/2003 a 31/12/2003
01/11/2003 a 30/11/2003
01/10/2003 a 31/10/2003
01/09/2003 a 30/09/2003
01/08/2003 a 31/08/2003
01/07/2003 a 31/07/2003
01/04/2003 a 30/04/2003

.:: Contador ::.